Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Terapia da Fala

por Uma Família Dramática, em 24.10.14

Este é um tema que não conheço muito bem mas que, cada vez mais, se tem mostrado uma mais-valia para muitas crianças. Tenho uma prima que sempre foi uma criança super normal e super-hiper-mega inteligente, no entanto fala (som) como se tivesse 5 anos. É estranho um discurso tão "adulto" soar como se fosse dito por um "bebé". Quando nos apercebemos desta fragilidade comentamos com a minha tia que entrou de imediato em negação. Durante anos insistimos que procurasse um terapeuta para que ajudasse a menina, pois estava prestes a ir para o ciclo e certamente iria sofrer represálias por parte dos outros míudos, que cada vez são mais cruéis uns com os outros. Ainda assim, a minha tia não quis, até a míuda ir para o 5º ano e ter sido vítima de bulling não só psicológico como físico. Nessa altura procurou um terapeuta e assim a minha prima começou a frequentar algumas sessões. Começamos a ver algumas mudanças, mas nada de extraordinário, como é natural os resultados não se veêm de um dia para o outro. Infelizmente a minha tia tirou-a das sessões e agora com 13 anos, a míuda continua com uma voz de bebé num corpo de pré-adolescente. Fico muito triste porque sei que quem sofre, especialmente na escola, é a menina e penso que no futuro será ainda pior. 
Sei que a minha tia não o faz por mal mas ela tem imensa dificuldade em admitir que, qualquer uma das filhas dela, tenha um problema. Ás vezes penso que é tudo por uma questão de aparências. Muitas amigas do jet-set, uma profissão distinta e parece mal que as filhas tenham "problemas".

publicado às 12:39


18 comentários

De Just_Smile a 24.10.2014 às 20:04

Cada vez mais há pais assim, se uns se preocupam em demasia e o que falta às crianças é apenas educação, outros ignoram as evidências. Vejo tanta gente assim... Mas a verdade é que essa criança ainda vai passar um mau bocado maior, principalmente quando tiver consciência dos problemas e perceber que ninguém a auxiliou...

De B♥ a 24.10.2014 às 20:11

Quando vi este post lembrei-me de ti :)

De Just_Smile a 24.10.2014 às 20:35

A terapeuta da fala :P

De Uma Família Dramática a 24.10.2014 às 23:37

Acredita que é mesmo triste. Mas não podemos fazer nada e se dissermos alguma coisa ela ainda se sente ofendida.

De omeumaiorsonho a 24.10.2014 às 21:16

Que mau ela não querer admitir isso, existe ai um problema que devia ter sido logo resolvido há tempos atrás deixou passar e agora continua a não querer ver a realidade..

Está a ter uma atitude que está e vai prejudicar a vida da filha.
Lamento haver ainda pessoas assim ;(

De Uma Família Dramática a 24.10.2014 às 23:38

Somos duas! E sinto-me super mal por saber que não há nada que possa fazer!

De Mamã a 27.10.2014 às 12:06

O Salvador faz terapia da fala desde os 3 anos e tudo começou porque as minhas tias, que só estavam com ele no verão, não percebiam nada do que ele dizia. Ele era um mix de sopinha de massa com chuva de perdigotos e depois, acabei por perceber que eu própria, se não lhe estivesse a ver a boca, também tinha dificuldade em entendê-lo.

Hoje em dia está muito melhor e já se auto-corrige. Já não é sopinha de massa mas os perdigotos ainda vêm muitas vezes...

Mas compreendo que há muitos pais que não sejam assim. Tive o mesmo problema com uns tios que achavam que a filha era só «mimalha» quando todos, - até nós, os que só tinham um ano e meio a mais que aela - achávamos que ela tinha um problema de relacionamento social muito grande.
Quando se decidiram a dar-nos ouvidos, descobriram que ela tinha autismo.
Ainda assim, não quiseram que ela tivesse qualquer acompanhamento, porque era «ligeiro». Hoje ela tem 36 anos e é uma adulta... Bom, até para mim que sou prima, estranhissíma. Com amigos estranhos. Com comportamentos estranhos, ainda que já não seja socialmente disfuncional.

Eu cá sou daquelas mães que, se me chamam a atenção, posso até - aparentemente - desvalorizar a conversa, mas fico logo com todas as antenas no ar!!!!

De Uma Família Dramática a 29.10.2014 às 18:40

Identifico-me contigo. A última frase é a minha cara. Cá em casa sou "gozada" por isso mesmo. "Quando te dizem finges que não queres saber mas depois andas toda nervosa enquanto não tiveres a certeza que está tudo bem".
O que os pais dizem da minha prima é exactamente isso, que é uma menina muito "mimalha".
Só desejo que a minha tia tome uma atitude.

De Taras e Manias a 28.10.2014 às 09:21

Tive uma amiga minha dos tempos de escola que tinha esse problema e resolveu mesmo bem na Terapia da Fala, é uma pena não levarem a miúda...



www.tarasemanias.pt

De Uma Família Dramática a 29.10.2014 às 18:36

Acredite! Mas eu não vou desistir. Vou tentar falar com a minha tia e tentar que ela perceba o mal que isto está a fazer à míuda.

De coguie a 01.11.2014 às 20:28

Meio mundo infelizmente é assim... :( as aparências....valem mais!

De A rapariga do autocarro a 03.11.2014 às 20:17

Como mãe assusta-me ver pais "alheios" aos problemas dos filhos, o Gabriel tem 4 anos e estava com uns problemitas e já está a fazer terapia.É fundamental começar bem cedo, mas também reparo que há pais atentos, tenho alguns colegas que também procuraram ajuda especializada para os vários casos.

De A Vertigem a 13.03.2015 às 11:42

Eu tenho dislexia entre outras coisas. Nunca ninguém quis saber! Sei muito bem do que fala. As pessoas preferem ignorar, muitas vezes, preferem que as pessoas não sejam amadas e nem evoluem!! Muitas vezes nem os especialistas... Professores.

Puuuffff....

De Minion a 23.06.2015 às 19:54

Deve ser terrível, lamento

De Minion a 25.06.2015 às 17:18

Sei que isto não tem nada a ver e certamente não é tão importante. , mas podes ir ao meu blog, talvez tenhas lá um pequeno desafio.

De A Miúda a 27.11.2015 às 12:29

A terapia da fala é um assunto muito tabu infelizmente.
O meu filhote gagueja um pouco, já falei com a pediatra que diz ser normal porque ele quer dizer tudo e muito rápido, fica ansioso e acaba por travar. Já chegou ao ponto de desatar a chorar por não conseguir dizer. Nós é que temos de o acalmar primeiro.

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog


Arquivo

2014